Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Edu Falaschi - Biografia










Gênero: Power Metal, Progressive Metal, Melodic Metal



Website: www.edufalaschi.com.br
Facebook: facebook.com/edufalaschi.officialpage
Spotify: open.spotify.com
Deezer: www.deezer.com
YouTube: youtube.com/channel









Eduardo Teixeira da Fonseca Vasconcellos, mais conhecido pelo seu nome artístico Edu Falaschi (São Paulo, 18 de maio de 1972), é um cantor, compositor e produtor musical brasileiro de renome internacional. Após integrar os grupos Angra, Mitrium, Venus e Symbols, o músico atualmente lidera a banda de Heavy Metal Almah e está em turnê comemorativa de sua carreira solo. Ao longo da carreira, já vendeu mais de 1 milhão de discos, tem 15 álbuns gravados, diversas turnês mundiais (2 vezes no Rock in Rio: 2011/2013), além de ser criador de composições marcantes como "Nova Era", "Heroes of Sand", "Bleeding Heart", "Wishing Well", "Spread Your Fire" e "Angels and Demons".





Edu Falaschi também ministra workshops de técnicas vocais e faz palestras corporativas pelo Brasil.





Início da Carreira





Graças ao seu pai e seus familiares músicos, Edu Falaschi conviveu com a música desde pequeno. Apesar de ser fã de grandes cantores, como Ronnie James Dio (Black Sabbath) e Bruce Dickinson (Iron Maiden), Edu não tinha muito interesse pelo canto e chegou a ser baterista de uma banda de blues com seus amigos.





Mitrium





Mais tarde, foi baixista e guitarrista de uma banda de covers da Baixada Santista. Em 1989, conquistou o terceiro lugar no festival de música F.I.C.O, promovido pelo Colégio Objetivo, ao lado de alguns amigos, com quem formou a banda Mitrium, no ano seguinte. Em 1991, a banda gravou sua primeira fita demo com a canção “Just Remember”. No ano seguinte, gravaram mais uma fita demo, agora com as canções “The Shadows” e “You Can Choose the Side of Darkness”, ambas de autoria de Edu Falaschi. A banda rapidamente conquistou espaço na cena da cidade de Santos e em 1993 mudaram-se para São Paulo para assinar com a gravadora Amy Records e lançar seu álbum de estreia, “Eyes of Time”, que trouxe quatro canções de autoria de Falaschi: “Eyes of Time”, “Run from the Fire”, “Lives So Close” e “The Shadows”.





Iron Maiden





Em 1994, Edu foi um dos selecionados no concurso promovido pelo Iron Maiden para substituir o vocalista Bruce Dickinson. O cantor chegou a manter contato com o diretorde produção da Iron Maiden Holding, Dick Bell, porém o processo não seguiu em frente. Pouco tempo depois, deixou a banda Mitrium, em 1994, e gravou um EP, Edu Falaschi & Fábio Padial com a banda Opium, que não chegou a ser lançado oficialmente.





Venus





"Ordinary Existence" foi originalmente lançado independentemente durante o ano de 1998 no Brasil, onde teve uma… existência relativamente ordinária até que foi remixado/remasterizado e relançado pela Hellion Records no início dos anos 2000. Boas músicas, uma produção honesta, refrões cativantes e trabalho geral de guitarra legal com músicos convidados como Eduardo Ardanuy – Dr.Sin e Kiko Loureiro (Megadeth, ex-Angra) fazendo duetos com Felipe Engel do Venus. Aquele cruzamento de bom gosto entre o metal melódico e o hard rock.





Partes melódicas bastante semelhantes em estilo com o metal progressivo, mas misturadas com peças de metal pesado bem tocadas, apesar de ser um álbum bastante usual nos arranjos. A voz é cativante com ganchos em cada música, um excelente alcance e tom muito distinto, peculiar, que ficaria famoso anos mais tarde. O álbum começa muito bem “I’ll Remember” e “Like a Criminal”, mas logo cai em partes não tão intrusivas, muito bom, mas longe de ser algo excelente.





Além de Edu, em uma de suas melhores performances da carreira – apenas ouça “Leaving the Night” e confira um trabalho emocional e cheio de feeling – o baterista Lucas Engel é um grande destaque. A banda consegue transitar entre o heavy tradicional e o hard rock melódico evitando os exageros do estilo. Aqui não temos os cansativos dois bumbos o tempo todo. Lucas varia passagens mais pesadas e rápidas, com partes mais cadenciadas e marcadas.





Symbols





Em 1998, foi convidado pelo irmão, Tito Falaschi, para produzir o primeiro álbum da sua banda Symbols of Time. Antes do início das gravações, um dos guitarristas, o baixista e o baterista deixaram o grupo e foram substituídos por três novos integrantes. Após a gravação do álbum Edu assumiu os vocais, enquanto Tito passou a ser baixista do grupo, que passou a se chamar somente "Symbols". O segundo álbum da banda, “Call to the End”, foi lançado no ano 2000 e obteve grande sucesso de vendas no Brasil e no exterior.





Angra





Ainda no ano 2000, Edu aceitou o convite para participar do teste para substituir Andre Matos no posto de vocalista do Angra e acabou sendo efetivado para ocupar os vocais da banda logo no ano seguinte. Com a banda, Edu gravou os álbuns "Rebirth" (2001), "Hunters And Prey" (2002), "Rebirth World Tour - Live In São Paulo" (2002), "Temple Of Shadows" (2004), "Aurora Consurgens" (2006) e "Aqua" (2010).





Cavaleiros do Zodíaco





Nessa mesma época, Edu Falaschi gravou a versão brasileira das músicas “Pegasus Fantasy” e “Blue Forever”, tema da série Cavaleiros do Zodíaco, e da música “Never” parao filme “Prólogo do Céu”, da mesma série. As versões fizeram com que Edu fosse eleito, cinco vezes consecutivas, um dos cinco melhores cantores de metal do mundo pela revista japonesa Burn.





Almah





Em 2006, Edu Falaschi lançou o álbum “Almah”, seu primeiro projeto solo, pelas gravadoras JVC Records e AFM Records. O trabalho contou com a participação de grandesnomes do metal mundial, como Emppu Vuorinen, guitarrista do Nightwish, Lauri Porra, baixista do Stratovarius e Casey Grillo, baterista do Kamelot.





O álbum resultou na criação da banda Almah, composta pelos guitarristas Marcelo Barbosa e Paulo Schroeber, o baixista Felipe Andreoli, integrante do Angra e do Karma, e o baterista Marcelo Moreira. O grupo lançou seu primeiro álbum, “Fragile Equality” em setembro de 2008 e foi sucedido por “Motion”, lançado em 2011. Mais tarde, Felipe Andreoli deixou a banda para se dedicar integralmente ao Angra e o guitarrista Paulo Schroeber se afastou do grupo por motivos de saúde e acabou falecendo em 2014.





Saída Do Angra





Em 2011, o Angra se apresentou no Rock in Rio, o que se tornaria a última grande apresentação de Edu Falaschi antes de anunciar oficialmente sua saída do grupo para se dedicar à sua banda Almah, com quem voltou a se apresentar no Rock in Rio, em 2013. Ainda nesse ano, a banda lançou seu quarto disco, “Unfold”, que rendeu a primeira turnê mundial do Almah.





Após passar pela Europa, Brasil, América do Sul e Estados Unidos, durante um ano de turnê, a banda se preparou para gravar mais um novo disco, intitulado “E.V.O.”, lançado em Setembro de 2016.





Moonlight, Ballads E Tributo Comemorativo





Ainda em 2016, Edu lançou o álbum “Moonlight”, com arranjos em piano, violão, quarteto de cordas e voz. O disco ainda contou com as participações do pianista Tiago Mineiro, do maestro Adriano Machado, Derico (flautas e sax) e Sandamí (percussão). O disco, que marcou as comemorações dos seus 25 anos de carreira, é um passeio por toda a carreira de Falaschi. Em 2017, Edu lança uma coletânea digital com as baladas de sua carreira. O trabalho se chama “Ballads” é lançado apenas digitalmente em canais como Spotify, Deezer e ITunes. Ainda em 2017, em mais uma grande iniciativa da batalhadora MS Metal Records, tem-se o primeiro de dois volumes do tributo ao músico, com a participação de grandes nomes da cena, em uma homenagem mais que merecida aos 25 anos de carreira de Edu, "A New Lease Of Life: 25th Anniversary Tribute, Vol. I"





Rebirth Of Shadows Tour





Em julho de 2017, Edu estreou a turnê “Rebirth Of Shadows Tour”, ao lado do baterista Aquiles Priester (Hangar, Tony Macalpine, Noturnall), do tecladista Fabio Laguna (Hangar), Diogo Mafra e Raphael Dafras, guitarrista e baixista do Almah, e Roberto Barros, um dos maiores guitarristas da nova geração. A turnê trouxe em seu repertório grandes sucessos dos álbuns “Rebirth”, “Hunters and Prey”, “Temple of Shadows”, “Aurora Consurgens” e “Aqua”. Após a turnê, Edu presenteia os fãs mais uma vez com o lançam de seu EP em 2018, "The Glory Of The Sacred Truth"





Temple of Shadows in Concert





Em 2019, Edu retorna aos palcos com a turnê “Temple of Shadows in Concert”, para celebrar os 15 anos do álbum “Temple of Shadows’, do Angra, acompanhado dos mesmos músicos da turnê antecessora, além de um quarteto de cordas. Além de trazer todas as músicas de um dos álbuns mais importantes da história do Angra, o repertório também conta com algumas composições icônicas de Edu Falaschi junto ao Angra. 



Em 2020 é registrado o DVD ao vivo com Orquestra Synfonica, "Temple Of Shadows In Concert",  para celebrar os 30 anos de carreira do músico.


Carreira Solo


Para 2021, Edu promete um CD solo de inéditas que já está em processo de gravação.

"Vera Cruz" é o nome do primeiro álbum solo gravado com repertório inédito por Edu Falaschi, cantor e compositor paulistano projetado nos anos 2000 como vocalista da banda Angra, na qual permaneceu até 2012.

O trabalho teve o início das gravações em novembro de 2020 no Rio de Janeiro e foi produzido por Edu Falaschi e Roberto Barros e co-produzido por Thiago Bianchi. O disco conta com a participação dos mesmos companheiros de banda de Falaschi que o acompanham desde o início da carreira solo: Aquiles Priester, Fábio Laguna, Raphael Dafras, Roberto Barros e Diogo Mafra.

Repleto de melodias e harmonias poderosas, o álbum incorpora todo o estilo que o artista consolidou durante seus 30 anos de carreira e que se tornou uma marca registrada em suas obras. Suas origens e principais características como cantor e compositor ficam evidentes a cada faixa deste grande álbum.

O lançamento no Brasil contará com produtos exclusivos em formatos especiais, tais como Digipack em uma edição luxuosa, embalagem com luva, escritos em prata, encarte de 20 páginas, Pop-up e uma faixa bônus para o mercado brasileiro.

Em 2023 Edu Falaschi lançou o segundo álbum solo da carreira, Eldorado. O trabalho traz 11 faixas inéditas inspiradas na cultura latina.

Eldorado é a segunda parte de uma trilogia, que teve início com Vera Cruz (2021), e conta a história de Jorge. Neste disco, o personagem viaja para o período asteca, onde o imperador Montezuma, um dos grandes imperadores, dominava os territórios latinos.

Mantendo o mesmo time do seu primeiro álbum solo, com a produção assinada por Edu Falaschi e Roberto Barros, a banda contará com Aquiles Priester (bateria), Fábio Laguna (teclados), Diogo Mafra (guitarra), Roberto Barros (guitarra) e Raphael Dafras (baixo).





Edu Falaschi Band:





Edu Falaschi: Vocals


Aquiles Priester: Drums


Fábio Laguna: Keyboards, Backing Vocais


Raphael Dafras: Bass

Roberto Barros: Guitar

Diogo Mafra: Guitar



Discografia:



1994 - Mitrium - Eyes Of Time

1998 - Venus - Venus

1998 - Symbols - Symbols

2000 - Symbols - Call To The And

2001 - Angra - Rebirth

2002 - Angra - Hunters And Prey (EP)

2002 - Angra - Rebirth World Tour - Live In São Paulo

2004 - Angra - Temple Of Shadows

2006 - Angra - Aurora Consurgens

2006 - Edu Falaschi - Almah

2008 - Almah - Fragile Equality

2010 - Angra - Aqua

2011 - Almah - Motion

2013 - Almah - Unfold

2016 - Almah - E.V.O.

2016 - Edu Falaschi - Moonlight

2017 - Edu Falaschi - Ballads

2018 - Edu Falaschi - The Glory Of The 

Sacred Truth (EP)

2020 - Edu Falaschi - Temple Of Shadows In Concert
2021 - Edu Falachi - Vera Cruz
2023 - Edu Falaschi - El Dorado



Quem É Edu Falaschi?: Heavy Talk Legacy








Post a Comment for "Edu Falaschi - Biografia"